Demi Lovato foi homenageada no Brent Shapiro Foundation for Drug Prevention, evento da fundação homônima que se dedica ao combate a diferentes tipos de vício. Em seu depoimento, a artista – que já falou abertamente sobre seus problemas com álcool e drogas no passado, que ocasionaram uma pausa temporária sua carreira – contou que segue em tratamento. “Todo dia é uma batalha. Você precisa enfrentar um dia de cada vez”, explicou Demi, diagnosticada com transtorno bipolar e que recusa a doença como um rótulo.

Terapeuta e alcoólicos anônimos estão na rotina: ‘Duas vezes por semana’

Sóbria há seis anos, ela incorporou como parte de sua rotina momentos que a afastam dos vícios. “Eu trabalho a minha saúde física, o que é importante, mas também a minha saúde mental. Consulto um terapeuta duas vezes por semana. Preciso ter certeza que estou com meus medicamentos em dia, vou a encontros de alcoólicos anônimos, faço muito exercício na academia. Essas são as minhas prioridades”, explicou a ex-estrela da Disney, apontada como affair de Neymar após o término do atleta e Bruna Marquezine.

 Clicada com DJ, Demi levanta suspeita de affair

Durante uma visita aos parques da Disney no último domingo (10), a americana foi vista de mãos dadas com a DJ Lauren Abedini. Apesar de nunca ter falado abertamente sobre sua sexualidade, Demi foi questionada se a música “Cool For The Summer” era baseada em possíveis romances com mulheres no passado. “Eu não estou confirmando ou negando. Todas as minhas músicas são baseadas em experiências pessoais. Eu não acho que seja errado explorar isso”, contou no talk-show “Alan Carr: Chatty Man”.

(Purepeople)